sexta-feira, novembro 30, 2007

devaneios nicolinos...

A noite mais fria e mais quente do ano.


Escurece rapidamente. Começam-se a ouvir os bombos e as caixas. Primeiro um grupo aqui, outro ali, a malta vai-se juntando, o som vai aumentando, e num abrir e fechar de olhos invadem a cidade. Á multidão de gente eufórica junta-se o ruido ensurdecedor do bombar crescente do toque Nicolino.

O som torna-se cada vez mais forte, atordoador, imponente. Estremece-nos o corpo, atordoa-nos os sentidos, apodera-se da nossa alma.

A noite dos reencontros e desencontros. A noite entre o Céu e o Inferno. A noite de todos os Nicolinos.

A NOITE MAIS FRIA E MAIS QUENTE DO ANO!!!

1 comentário:

Lídia Amorim disse...

hoje o meu post é dedicado ás inacessibilidades deste país...

vai uma espreitadela?

Analytics