quarta-feira, abril 24, 2013

Felecidade=50% Genes + 10% Circunstâncias de vida + 40% Actividade voluntária





Um dos livros que estou a ler diz, com base em estudos científicos, que a Felicidade de um individuo depende em 50% dos genes, ou seja da nossa herança genética, 10% de circunstâncias de vida, ou seja 10% depende da sorte ou azar que temos na vida, e 40% da actividade voluntária que fazemos.

Numa equação fácil de perceber:

Felecidade = 50% Genes + 10% Circunstâncias de vida + 40% Actividade voluntária

Esta actividade voluntária, segundo o estudo, pode ser de natureza diversa, mas cabe-nos a nós gerir, controlar e fazer com que essas actividades nos tragam felicidade, inclusivamente dão algumas sugestões de como o fazer com maior eficácia.

Mas o que é curioso nesta equação é que apenas quem tiver percentagens de genes muito infelizes e apenas quem tiver o chamado muito azar na vida é que não tem mesmo hipótese nenhuma de ser feliz, e mesmo assim teriam de ser níveis baixíssimos.

A partilha aqui deve-se exclusivamente como um "abre olhos" e façam-se à vida. Cultivem a vossa felicidade.

Eu cá, de acordo com o livro, encaixo no grupo dos optimistas... e sabem que mais, segundo este autor, e tudo com base em dados científicos, ser feliz faz bem a tudo, diminui problemas de saúde, aumenta a esperança média de vida, torna-nos mais atentos, enfim, é só vantagens.

Por isso como diria alguém lá do passado: Façam o favor de ser felizes!

Nota: e com este post respondo a uma das práticas de desenvolvimento do optimismo, que se enquadra na prática do exercício "O Melhor Eu Possível".

Sem comentários:

Analytics