quarta-feira, maio 29, 2013

Comecei a procurar-te!



Mal ouvi a minha primeira história de amor, percebi que apenas provava os frutos do Outono, quando o que eu queria era encantar-me com o perfume das flores da Primavera.
Estava cega.
Comecei a procurar-te!
De repente o amor revelou-se e deixou-me desprotegida, frágil. Tudo parecia tão doce naquela manhã de Abril, quando nos beijamos pela primeira vez… era tudo tão estranhamente doce e perfumado.
Finalmente encontramo-nos num qualquer lugar, perdidos um no outro.
Pensei que esse amor nunca iria mudar.
Mas a felicidade é difícil, é apenas um vislumbre!

Sem comentários:

Analytics