quinta-feira, julho 11, 2013

Parece infinito!



O sofrimento é permanente, obscuro, silencioso. Parece infinito!

Sem comentários:

Analytics