sexta-feira, setembro 27, 2013

Mas nessa noite em vez de morrer ...


Chegou a noite ...
Aquele momento antes do beijo, em que sinto o teu gosto na minha boca…
Sinto um turbilhão de pensamentos e sentimentos
E um desejo insaciável de me deixar ir.
Essa sede que me consome, e me seduz.
Desfloras-me a pele com a ponta dos dedos 
E deixas-me sem fôlego...
Rapidamente duas respirações passaram a ser uma batida do coração! 
Tens um ascendente tão forte, tão explosivo, tão apaixonado, tão sem tabus…
És um prazer sem limites!
Um sobre o outro, viciamo-nos, … 
Num romance em que ambos somos protagonistas.
Nessa noite aprendi cada dobra da tua pele como outros aprendem orações e maldições.
Não era amor!
Mas nessa noite em vez de morrer
Eu aprendi a respirar.


Sem comentários:

Analytics