quarta-feira, maio 03, 2017

90 segundos!



Assim de repente poderia parecer o nome de um filme, um livro ou um romance, mas 90 segundos é o tempo que uma pessoa precisa para decidir se gosta ou não de outra no momento em que está a conhecer.
Pois é! 90 segundos, e toda a relação futura, entre duas pessoas que acabaram de se conhecer, fica definida.

Este facto tem a ver com uma reação natural que os humanos têm, baseada no comportamento instintivo designado de "reação lutar ou fugir".

Inconscientemente, as pessoas ativam uma espécie de escudo protetor de sobrevivência que define o quanto se sente seguro ou o quanto confia na pessoa que acaba de conhecer.

Por isso é que as primeiras impressões são tão importantes! É nesse momento que criamos, de forma instantânea, expectativas e alimentamos juízos de valor, positivos ou negativos, certos ou errados, sobre a pessoa que acabamos de conhecer.
Porque é que isto é importante?! Perguntas-me tu e muito bem.
Porque nós temos a capacidade de "neutralizar" esta reação nos outros, criando uma boa primeira impressão e gerando expectativas positivas na outra pessoa.

Genericamente temos tendência para gostar de pessoas com quem nos identificamos, pessoas que tenham um aspeto saudável, que nos transmitam energia positiva e vitalidade, e que de alguma forma nos passem uma sensação de encorajamento e crescimento.
Este tipo de mensagens pode ser transmitida de várias formas, seja por aquilo que dizemos, ou o que não dizemos, como nos apresentamos... Numa palavra: detalhe. Nas primeiras impressões todos os detalhes contam! As olheiras de uma noite mal dormida, o sorriso aberto, a camisa mal passada, o cabelo despenteado...

O que é mais curioso é que de futuro, se por algum motivo a pessoa que te transmitiu e deixou uma boa primeira impressão passa a ter um comportamento pouco coerente com essa primeira impressão, deixando de corresponder a essa expectativa positiva que criaste dela, vai dar por ti a procurar "interiormente" uma razão, um motivo, para essa expectativa não estar a ser correspondida, e vais desculpar esse comportamento pouco coerente ou pouco condizente com a ideia que criaste dessa pessoa.

Queres saber mais sobre este tema?
Gostavas de saber como criar uma primeira impressão positiva?
Ou discordas totalmente desta ideia?
Partilha comigo a tua opinião e fica atento aos próximos posts.

2 comentários:

Manuela Campos disse...

Concordo plenamente. Efetivamente gostava de saber como criar uma primeira boa impressão. A minha técnica é falar o "sim" ou "não" e pouco mais, observando e tirando orai x de quem me rodeia. Não sei se é o correto. Da me a tua opinião.
Obrigada.

Maria Ribeiro disse...

Boa noite Manuela. Sabes que este é um tema que tem muitos pontos de vista e formas de abordar. vê lá este post: http://m-personalbrander.blogspot.pt/2017/05/primeira-impressao.html, e diz-me o que achas?
Beijinhos.

Analytics